CD Diogo Nogueira Ao Vivo em Cuba

CD Diogo Nogueira Ao Vivo em Cuba

  • Data: 2012
  • Gravadora: EMI

★ CD de Ouro
★ DVD de Ouro
★ DVD de Platina
★ Indicado ao Grammy Latino – Melhor Disco de Samba

O cantor pensava em conhecer a ilha desde a adolescência, quando ouvia o pai, João Nogueira (1941-2000), falar com admiração do país e de sua riquíssima cultura. E acabou concretizando o desejo em grande estilo: o consagrado grupo local Los Van Van faz uma participação especial na canção “El Cuarto de Tula”, que o Buena Vista Social Club tornou sucesso no mundo inteiro nos anos 90. Diogo recria o standard cubano em arranjo de seu cavaquinista e diretor musical, Henrique Garcia, com direito a uma versadinha, ao estilo do partido alto, em português, dialogando com o improviso dos vocalistas Armando Cantero, Yenisel Valdes e Abdel Rasalps. O rigoroso maestro do Los Van Van, Juan Formell, deu bons toques sobre a natureza do són cubano antes de aprovar o que ficou definido após corrido dia de ensaios. “Ficou a visão do brasileiro para a música deles, e a visão deles para o nosso show”, conta Diogo.

O projeto também conta com um DOC Show onde Diogo compartilha com o espectador experiências da viagem em Cuba.

Release oficial – Pedro Só (Clique para baixar)

  • 1

    Verdade Chinesa

    (Carlos Colla / Gilson)

    LETRAS

    Era só isso
    Que eu queria da vida
    Uma cerveja
    Uma ilusão atrevida
    Que me dissesse
    Uma verdade chinesa
    Com uma intenção
    De um beijo doce na boca...

    A tarde cai
    Noite levanta a magia
    Quem sabe a gente
    Vai se ver outro dia
    Quem sabe o sonho
    Vai ficar na conversa
    Quem sabe até a vida
    Pague essa promessa...

    Muita coisa a gente faz
    Seguindo o caminho
    Que o mundo traçou
    Seguindo a cartilha
    Que alguém ensinou
    Seguindo a receita
    Da vida normal...

    Mas o que é
    Vida afinal?
    Será que é fazer
    O que o mestre mandou?
    É comer o pão
    Que o diabo amassou?
    Perdendo da vida
    O que tem de melhor...

    Senta, se acomoda
    À vontade, tá em casa
    Toma um copo, dá um tempo
    Que a tristeza vai passar
    Deixa, prá amanhã
    Tem muito tempo
    O que vale
    É o sentimento
    E o amor que a gente
    Tem no coração...

    Verdade Chinesa
  • 2

    Vázio

    (Carlos Colla / Gilson)

    LETRAS

    Está faltando uma coisa em mim
    E é você amor, tenho certeza, sim
    Nossos momentos foram algo mais
    Sem eles hoje eu não tenho paz

    Eu vou parar num canto
    E me perguntar se vai compensar
    Todo esse pranto que carrego
    E eu nego que eu dou
    Ah! Esse amor...
    Está fazendo tanta falta no meu mundo
    Vou me perguntar: está?

    Está faltando uma coisa em mim
    E é você amor, tenho certeza, sim
    Nossos momentos foram algo mais
    Sem eles hoje eu não tenho paz

    Eu não sou de aço
    Pois o laço forte,
    Um convívio bom tem seu lugar
    E, como a vida passa,
    Me resta somente tomar a decisão
    De levantar o pano do meu barco
    E navegar juntinhos

    Está faltando uma coisa em mim
    E é você amor, tenho certeza, sim
    Nossos momentos foram algo mais
    Sem eles hoje eu não tenho paz

    Eu vou parar num canto
    E me perguntar se vai compensar
    Todo esse pranto que carrego
    E eu nego que eu dou
    Ah! Esse amor...
    Está fazendo tanta falta no meu mundo
    Vou me perguntar: está?

    Está faltando uma coisa em mim
    E é você amor, tenho certeza, sim
    Nossos momentos foram algo mais
    Sem eles hoje eu não tenho paz

    Eu não sou de aço
    Pois o laço forte,
    Um convívio bom tem seu lugar
    E, como a vida passa,
    Me resta somente tomar a decisão
    De levantar o pano do meu barco
    E navegar juntinhos

    Está faltando uma coisa em mim
    E é você amor, tenho certeza, sim
    Nossos momentos foram algo mais
    Sem eles hoje eu não tenho paz...

    Vázio
  • 3

    Ex-Amor

    (Martinho Da Vila)

    LETRAS

    Ex-amor,
    Gostaria que tu soubesses
    O quanto que eu sofri
    Ao ter que me afastar de ti.
    Não chorei!
    Como um louco eu até sorri,
    Mas no fundo só eu sei
    Das angústias que senti.

    Sempre sonhamos
    Com o mais eterno amor.
    Infelizmente,
    Eu lamento, mas não deu...
    Nos desgastamos
    Transformando tudo em dor,
    Mas mesmo assim
    Eu acredito que valeu.
    Quando a saudade bate forte
    É envolvente.
    Eu me possuo
    E é na sua intenção,
    Com a minha cuca
    Naqueles momentos quentes
    Em que se acelerava o meu coração.

    Ex-Amor
  • 4

    Que Maravilha

    (Toquinho / Jorge Ben Jor)

    LETRAS

    Lá fora está chovendo
    Mais assim mesmo eu vou correndo
    Só pra ver o meu amor
    Ela vem toda de branco
    Toda molhada e despenteada
    Que maravilha que coisa linda é o meu amor
    Por entre bancadas automóveis ruas e avenidas
    Milhões de buzinas tocando sem cessar
    E ela vem toda de branco meiga pura tímida e muito linda
    Com a chuva molhando teu corpo lindo que eu vou a abraçar
    E a gente no meio da rua do mundo no meio da rua
    A girar que maravilha
    A girar que maravilha

    Que Maravilha
  • 5

    Madalena

    (Ivan Lins / Ronaldo Monteiro)

    LETRAS

    Oh! Madalena
    O meu peito percebeu
    Que o mar é uma gota
    Comparado ao pranto meu...

    Fique certa
    Quando o nosso amor desperta
    Logo o sol se desespera
    E se esconde lá na serra...

    Oh! Madalena
    O que é meu não se divide
    Nem tão pouco se admite
    Quem do nosso amor duvide...

    Até a lua
    Se arrisca num palpite
    Que o nosso amor existe
    Forte ou fraco
    Alegre ou triste...

    Oh! Madalena
    O meu peito percebeu
    Que o mar é uma gota
    Comparado ao pranto meu...

    Fique certa
    Quando o nosso amor desperta
    Logo o sol se desespera
    E se esconde lá na serra...

    Oh! Madalena
    O que é meu não se divide
    Nem tão pouco se admite
    Quem do nosso amor duvide...

    Até a lua
    Se arrisca num palpite
    Que o nosso amor existe
    Forte ou fraco
    Alegre ou triste...

    Oh! Madalena!
    Oh! Madalena!
    Oh! Madalena!
    Oh! Madalena!...

    Madalena! Madalena!

    Oh Ma! Oh Madá! Oh Madalê Lê Lê Lê Lê Lena!...(4x)

    Madalena
  • 6

    Tanta Saudade

    (Djavan / Chico Buarque)

    LETRAS

    Era tanta saudade
    É, pra matar
    Eu fiquei até doente
    Eu fiquei até doente, menina
    Se eu ficar na saudade
    É, deixa estar
    Saudade mata a gente
    Saudade mata a gente, menina

    Quis saber o que é o desejo
    De onde ele vem
    Fui até o centro da terra
    E é mais além
    Procurei uma saída
    O amor não tem
    Estava ficando louco
    Louco, louco de querer bem

    Mas restou a saudade
    É, pra ficar
    Ah!, eu encarei de frente
    Ah!, eu encarei de frente, menina
    Se eu ficar na saudade
    E deixar
    Saudade engole a gente
    Saudade engole a gente, menina
    Quis saber o que é o desejo
    De onde ele vem
    Fui até o centro da terra
    E é bem mais além

    Procurei uma saída
    O amor não tem
    Estava ficando louco
    Louco, louco de querer bem
    Quis chegar até o limite
    De uma paixão
    Baldear o oceano
    Com a minha mão
    Encontrar o sal da vida
    E a solidão
    Esgotar o apetite
    Todo o apetite do coração

    Ah! amor, miragem minha,
    Minha linha do horizonte,
    É monte atrás de monte, é monte, a fonte nunca mais que seca
    Ai! saudade ainda sou moço,
    Aquele poço não tem fundo,
    É mundo e dentro um mundo e dentro
    Éé um mundo que me leva...

    Tanta Saudade
  • 7

    El Cuarto de Tula

    (Sergio E. Siaba)

    LETRAS

    En el barrio La Cachimba se ha formado la corredera
    En el barrio La Cachimba se ha formado la corredera
    Allá fueron los bomberos con sus campanas, sus sirenas
    Allá fueron los bomberos con sus campanas, sus sirenas
    Ay mamá, ¿qué pasó
    Ay mamá, qué pasó? x 2

    El cuarto de Tula; le cogió candela
    Se quedó dormida y no apagó la vela. x 3

    ¡Que llamen a Ibrahim Ferrer, que busquen los bomberos!
    Que yo creo que Tula lo que quiere Señor es que le apaguen el fuego.

    El cuarto de Tula; le cogió candela
    Se quedó dormida y no apagó la vela.

    Ay, por ahí viene Eliades, en tremenda corredera
    Viene a observar el cuarto de Tula que ha cogido candela

    El cuarto de Tula; le cogió candela
    Se quedó dormida y no apagó la vela.

    Carlo' y Marco' están mirando este fuego
    Si ahora no se apaga, se apaga luego (candela)

    El cuarto de Tula; le cogió candela
    Se quedó dormida y no apagó la vela.

    Puntillita ve y busca a Marco', pa' que busque al Sierra Maestra.
    Que vengan para acá rapido que La Tula, mira cogió candela.

    El cuarto de Tula; le cogió candela
    Se quedó dormida y no apagó la vela.

    Ey Marcos, coge pronto el cubito y no te quedé allá fuera.
    Llénalo de agua y ven a apagar el cuarto de Tula que ha cogido candela.

    El cuarto de Tula; le cogió candela
    Se quedó dormida y no apagó la vela.

    Tula está encendida llama a los bomberos
    Tu eres candela ¡afina los cueros!

    El cuarto de Tula; le cogió candela
    Se quedó dormida y no apagó la vela.

    (dicho)
    Candela, muchacho
    Se volvió loco, Barbarito, ¡hay que ingresarlo.

    El Cuarto de Tula
  • 8

    Deixa Eu Te Amar - Ao Vivo

    (Mauro Silva / Camilo / Agepê)

    LETRAS

    Quero ir na fonte do teu ser
    E banhar-me na tua pureza
    Guardar em pote gotas de felicidade
    Matar saudade que ainda existe em mim
    Afagar teus cabelos molhados
    Pelo orvalho que a natureza rega
    Com a sutileza que lhe fez a perfeição
    Deixando a certeza de amor no coração

    Deixa eu te amar
    Faz de conta que sou o primeiro
    Na beleza desse teu olhar
    Eu quero estar o tempo inteiro

    Quero saciar a minha sede
    No desejo da paixão que me alucina
    Vou me embrenhar nessa mata só porque
    Existe uma cascata que tem água cristalina
    Aí então vou te amar com sede
    Na relva, na rede, onde você quiser
    Quero te pegar no colo
    Te deitar no solo e te fazer mulher
    Quero te pegar no colo
    Te deitar no solo e te fazer mulher
    Deixa eu te amar
    Faz de conta que sou o primeiro
    Na beleza desse teu olhar

    Deixa Eu Te Amar - Ao Vivo
  • 9

    Fé em Deus

    (Flavinho Silva)

    LETRAS

    A luta está difícil, mas não posso desistir
    Depois da tempestade, flores voltam a surgir
    Mas quando a tempestade demora a passar
    A vida até parece fora do lugar
    Não perca a fé em Deus, fé em Deus
    Que tudo irá se acertar

    Pois o sol de um novo dia vai brilhar
    E essa luz vai refletir na nossa estrada
    Clareando de uma vez a caminhada
    Que nos levará direto ao apogeu
    Tenha fé, nunca perca a fé em Deus

    Pra quem acha que a vida não tem esperança
    Fé em Deus
    Pra quem estende a mão e ajuda a criança
    Fé em Deus
    Pra quem acha que o mundo acabou
    Pra quem não encontrou um amor
    Tenha fé, vá na fé
    Nunca perca a fé em Deus

    Pra quem sempre sofreu e hoje em dia é feliz
    Fé em Deus
    Pra quem não alcançou tudo que sempre quis
    Fé em Deus
    Pra quem ama, respeita e crê
    E pra aquele que paga pra ver
    Tenha fé, vá na fé
    Nunca perca a fé em Deus

    Aquilo que não mata só nos faz fortalecer
    Vivendo aprendi que é só fazer por merecer
    Que passo a passo um dia a gente chega lá
    Pois não existe mal que não possa acabar
    Não perca a fé em Deus, fé em Deus
    Que tudo irá se acertar

    Pois o sol de um novo dia vai brilhar
    E essa luz vai refletir na nossa estrada
    Clareando de uma vez a caminhada
    Que nos levará direto ao apogeu
    Tenha fé, nunca perca a fé em Deus

    Pra quem acha que a vida não tem esperança
    Fé em Deus
    Pra quem estende a mão e ajuda a criança
    Fé em Deus
    Pra quem acha que o mundo acabou
    Pra quem não encontrou um amor
    Tenha fé, vá na fé,
    Nunca perca a fé em Deus

    Pra quem sempre sofreu e hoje em dia é feliz
    Fé em Deus
    Pra quem não alcançou tudo que sempre quis
    Fé em Deus
    Pra quem ama, respeita e crê
    E pra aquele que paga pra ver
    Tenha fé, vá na fé, nunca perca a fé em Deus

    Fé em Deus
  • 10

    O Que É o Que É

    (Gonzaguinha)

    LETRAS

    Eu fico
    Com a pureza
    Da resposta das crianças
    É a vida, é bonita
    E é bonita...

    Viver!
    E não ter a vergonha
    De ser feliz
    Cantar e cantar e cantar
    A beleza de ser
    Um eterno aprendiz...

    Ah meu Deus!
    Eu sei, eu sei
    Que a vida devia ser
    Bem melhor e será
    Mas isso não impede
    Que eu repita
    É bonita, é bonita
    E é bonita...

    E a vida!
    E a vida o que é?
    Diga lá, meu irmão
    Ela é a batida
    De um coração
    Ela é uma doce ilusão
    Hê! Hô!...

    E a vida
    Ela é maravilha
    Ou é sofrimento?
    Ela é alegria
    Ou lamento?
    O que é? O que é?
    Meu irmão...

    Há quem fale
    Que a vida da gente
    É um nada no mundo
    É uma gota, é um tempo
    Que nem dá um segundo...

    Há quem fale
    Que é um divino
    Mistério profundo
    É o sopro do criador
    Numa atitude repleta de amor...

    Você diz que é luta e prazer
    Ele diz que a vida é viver
    Ela diz que melhor é morrer
    Pois amada não é
    E o verbo é sofrer...

    Eu só sei que confio na moça
    E na moça eu ponho a força da fé
    Somos nós que fazemos a vida
    Como der, ou puder, ou quiser...

    Sempre desejada
    Por mais que esteja errada
    Ninguém quer a morte
    Só saúde e sorte...

    E a pergunta roda
    E a cabeça agita
    Eu fico com a pureza
    Da resposta das crianças
    É a vida, é bonita
    E é bonita...

    O Que É o Que É
  • 11

    É

    (Gonzaguinha)

    LETRAS

    É!
    A gente quer valer o nosso amor
    A gente quer valer nosso suor
    A gente quer valer o nosso humor
    A gente quer do bom e do melhor...

    A gente quer carinho e atenção
    A gente quer calor no coração
    A gente quer suar, mas de prazer
    A gente quer é ter muita saúde
    A gente quer viver a liberdade
    A gente quer viver felicidade...

    É!
    A gente não tem cara de panaca
    A gente não tem jeito de babaca
    A gente não está
    Com a bunda exposta na janela
    Prá passar a mão nela...

    É!
    A gente quer viver pleno direito
    A gente quer viver todo respeito
    A gente quer viver uma nação
    A gente quer é ser um cidadão
    A gente quer viver uma nação...

    É! É! É! É! É! É! É!...

    É!
    A gente quer valer o nosso amor
    A gente quer valer nosso suor
    A gente quer valer o nosso humor
    A gente quer do bom e do melhor...

    A gente quer carinho e atenção
    A gente quer calor no coração
    A gente quer suar, mas de prazer
    A gente quer é ter muita saúde
    A gente quer viver a liberdade
    A gente quer viver felicidade...

    É!
    A gente não tem cara de panaca
    A gente não tem jeito de babaca
    A gente não está
    Com a bunda exposta na janela
    Prá passar a mão nela...

    É!
    A gente quer viver pleno direito
    A gente quer viver todo respeito
    A gente quer viver uma nação
    A gente quer é ser um cidadão
    A gente quer viver uma nação
    A gente quer é ser um cidadão
    A gente quer viver uma nação
    A gente quer é ser um cidadão
    A gente quer viver uma nação...

    É
  • 12

    Acreditar / Sonho Meu / Coraçao em Desalinho / Deixa a Vida Me Levar

    (Yvone Lara/ Délcio Carvalho)/ (Yvone Lara/ Délcio Carvalho)/ (Monarco/ Ratinho)/ (Eri Do Cais/ Serginho Meriti)

    LETRAS

    Acreditar.......Eu Não
    Recomeçar.......Jamais
    A Vida Foi.........Em Frente
    E Você Simplesmente
    Não Viu Que Ficou Pra Trás
    ....... .Não Sei Se Você Me Enganou
    Pois Quando Você Tropeçou
    Não Viu O Tempo Que Passou
    ...Não Viu Que Ele Me Carregava
    E A Saudade Lhe Entregava
    O Aval Da Imensa Dor
    E Eu Que Agora Moro Nos Braços Da Paz
    Ignoro O Passado Que Hoje Você Me Trás
    E Eu Que Agora......Moro Nos Braços Da Paz
    Ignoro O Passado Que Hoje Você Me Trás

    Sonho Meu, Sonho Meu
    Vai Buscar Quem Mora Longe
    Sonho Meu
    Vai Mostrar Esta Saudade
    Sonho Meu
    Com A Sua Liberdade
    Sonho Meu
    No Meu Céu A Estrela Guia Se Perdeu
    A Madrugada Fria Só Me Traz Melancolia
    Sonho Meu
    Sinto O Canto Da Noite
    Na Boca Do Vento
    Fazer A Dança Das Flores
    No Meu Pensamento
    Traz A Pureza De Um Samba
    Sentido, Marcado De Mágoas De Amor
    Um Samba Que Mexe O Corpo Da Gente
    E O Vento Vadio Embalando A Flor

    Numa Estrada Dessa Vida
    Eu Te Conheci
    Oh, Flor!
    Vinhas Tão Desiludida
    Mal Sucedida
    Por Um Falso Amor
    Dei Afeto E Carinho
    Como Retribuição
    Procuraste Um Outro Ninho
    Em Desalinho
    Ficou O Meu Coração
    Meu Peito Agora É Só Paixão
    Meu Peito Agora É Só Paixão...
    Tamanha Desilusão
    Me Deste
    Oh, Flor!
    Me Enganei Redondamente
    Pensando Em Te Fazer O Bem
    Eu Me Apaixonei
    Foi Meu Mal
    Agora!
    Uma Enorme Paixão Me Devora
    Alegria Partiu, Foi Embora
    Não Sei Viver Sem Teu Amor
    Sozinho Curto A Minha Dor

    E Deixa A Vida Me Levar
    (Vida Leva Eu!)
    Deixa A Vida Me Levar
    (Vida Leva Eu!)
    Deixa A Vida Me Levar
    (Vida Leva Eu!)
    Sou Feliz E Agradeço
    Por Tudo Que Deus Me Deu...
    Só Posso Levantar
    As Mãos Pro Céu
    Agradecer E Ser Fiel
    Ao Destino Que Deus Me Deu
    Se Não Tenho Tudo Que Preciso
    Com O Que Tenho, Vivo
    De Mansinho Lá Vou Eu...
    Se A Coisa Não Sai
    Do Jeito Que Eu Quero
    Também Não Me Desespero
    O Negócio É Deixar Rolar
    E Aos Trancos E Barrancos
    Lá Vou Eu!
    E Sou Feliz E Agradeço
    Por Tudo Que Deus Me Deu...

    Acreditar / Sonho Meu / Coraçao em Desalinho / Deixa a Vida Me Levar
  • 13

    Mineira / Samba De Arere

    (João Nogueira / Paulo César Pinheiro) / (Arlindo Cruz / Xande De Pilares / Mauro Jr.)

    LETRAS

    Clara, Abre O Pano Do Passado,
    Tira A Preta Do Cerrado,
    Pôe Rei Congo No Congá.
    Anda, Canta Um Samba Verdadeiro,
    Faz O Que Mandou O Mineiro,
    Oh! Mineira.

    Samba Que Samba No Bole Que Bole.
    Oi, Morena Do Balaio Mole,
    Se Embala Do Som Dos Tantãs.
    Quebra No Balacochê Do Cavaco
    E Rebola No Balacubaco;
    Se Embola Nos Balagandãs.
    Mexe No Meio, Que Eu Sambo Do Lado.
    Vem Naquele Bamboleado
    Que Eu Também Sou Bam, Bam, Bam.

    Cai No Samba, Vai!
    Cai, Cai No Samba, Cai
    E O Samba Vai Até De Manhã.
    Cai, Cai No Samba, Cai
    E O Samba Vai Até De Manhã.

    Ô, Saravá Mineira Guerreira,
    Que É Filha De Ogum Com Iansã!

    Samba Que Samba No Bole Que Bole.
    Oi, Morena Do Balaio Mole,
    Se Embala Do Som Dos Tantãs.
    Quebra No Balacochê Do Cavaco
    E Rebola No Balacubaco;
    Se Embola Nos Balagandãs.
    Mexe No Meio, Que Eu Sambo Do Lado.
    Vem Naquele Bamboleado
    Que Eu Também Sou Bam, Bam, Bam.

    Cai No Samba, Vai!
    Cai, Cai No Samba, Cai
    E O Samba Vai Até De Manhã.
    Cai, Cai No Samba, Cai
    E O Samba Vai Até De Manhã.

    Ô, Saravá Mineira Guerreira,
    Que É Filha De Ogum Com Iansã!

    (La Lalaiá Laiá...)

    Meu Samba Tem Muito Axé
    Quero Ver, Vem Dizer No Pé
    Escute O Som Do Tantã
    Tem Samba Até De Manhã
    Pra Curar O Desamor E A Tristeza Afastar
    Você Que Nunca Sambou
    Se Liga, Tem Que Sambar
    Meu Samba É De Arerê
    Quem Samba Não Quer Parar
    Na Hora Do Vamo Vê
    Meu Samba É Ruim De Aturar
    Tem O Dom De Resolver, Deixar Tudo
    No Lugar
    Você Que Nunca Sambou
    Se Liga, Tem Que Sambar

    Vem Ver, Meu Povo Cantar
    Vem Ver, Meu Samba É Assim
    Amor, Você Pode Provar
    Mas Deixe Um Pouquinho Pra Mim

    Vem Ver, Meu Povo Cantar
    Vem Ver, Meu Samba É Assim
    Amor, Você Pode Provar
    Mas Deixe Um Pouquinho Pra Mim

    Meu Samba Tem Muito Axé
    Quero Ver, Vem Dizer No Pé
    Escute O Som Do Tantã
    Tem Samba Até De Manhã
    Pra Curar O Desamor E A Tristeza Afastar
    Você Que Nunca Sambou
    Se Liga, Tem Que Sambar
    Meu Samba É De Arerê
    Quem Samba Não Quer Parar
    Na Hora Do Vamo Vê
    Meu Samba É Ruim De Aturar
    Tem O Dom De Resolver, Deixar Tudo
    No Lugar
    Você Que Nunca Sambou
    Se Ligae Vem Sambar

    Vem Ver!
    Vem Ver, Meu Povo Cantar
    Vem Ver, Meu Samba É Assim
    Amor, Você Pode Provar
    Mas Deixe Um Pouquinho Pra Mim

    Vem Ver, Meu Povo Cantar
    Vem Ver, Meu Samba É Assim
    Amor, Você Pode Provar
    Mas Deixe Um Pouquinho Pra Mim

    Mineira / Samba De Arere
  • 14

    Portela na Avenida / Vou Festejar

    (Mauro Duarte / Paulo César Pinheiro) / (Jorge Aragão / Neoci Dias / Dida)

    LETRAS

    Portela
    Eu Nunca Vi Coisa Mais Bela
    Quando Ela Pisa A Passarela
    E Vai Entrando Na Avenida
    Parece
    A Maravilha De Aquarela Que Surgiu
    O Manto Azul Da Padroeira Do Brasil
    Nossa Senhora Aparecida
    Que Vai Se Arrastando
    E O Povo Na Rua Cantando
    É Feito Uma Reza, Um Ritual
    É A Procissão Do Samba Abençoando
    A Festa Do Divino Carnaval

    Portela
    É A Deusa Do Samba, O Passado Revela
    E Tem A Velha Guarda Como Sentinela
    E É Por Isso Que Eu Ouço Essa Voz Que Me Chama
    Portela
    Sobre A Tua Bandeira, Esse Divino Manto
    Tua Águia Altaneira É O Espírito Santo
    No Templo Do Samba

    As Pastoras E Os Pastores
    Vêm Chegando Da Cidade, Da Favela
    Para Defender As Tuas Cores
    Como Fiéis Na Santa Missa Da Capela

    Salve O Samba, Salve A Santa, Salve Ela
    Salve O Manto Azul E Branco Da Portela
    Desfilando Triunfal Sobre O Altar Do Carnaval

    Chora, Não Vou Ligar
    Chegou A Hora, Vais Me Pagar
    Pode Chorar, Pode Chorar
    Mas Chora!

    Chora, Não Vou Ligar
    Chegou A Hora, Vais Me Pagar
    Pode Chorar, Pode Chorar
    Mas Chora!

    É, O Teu Castigo, Brigou Comigo
    Sem Ter Porquê
    Eu Vou Festejar, Vou Festejar
    O Teu Sofrer, O Teu Penar

    Você Pagou Com Traição
    A Quem Sempre Lhe Deu A Mão
    Você Pagou Com Traição
    A Quem Sempre Lhe Deu A Mão

    Portela na Avenida / Vou Festejar

imagem.dll

COMPRAR

Saraiva